Sequência de liberação da Ramificada de Ilíaca Zenith® Branch – Passo a Passo (Intervenção Aórtica)

20/05/2020

Sequência de liberação da Ramificada de Ilíaca Zenith® Branch – Passo a Passo (Intervenção Aórtica)

Sequência de liberação da Ramificada de Ilíaca Zenith® Branch – Passo a Passo (Intervenção Aórtica)

O aneurisma aortoilíaco ainda representa um desafio terapêutico principalmente em relação ao tratamento endovascular, visto que a embolização das artérias ilíacas internas pode levar a graves complicações. Inúmeras técnicas cirúrgicas convencionais e endovasculares têm sido descritas para a preservação de, ao menos, um ramo ilíaco interno. Como uma opção de tratamento totalmente endovascular, a Cook Medical oferece a Ramificada de Ilíaca Zenith® Branch.  

De acordo com as recomendações da Cook Medical, a Endoprótese Ramificada de Ilíaca Zenith® Branch é indicada para o tratamento de pacientes com aneurisma aortoilíaco ou ilíaco, com local de vedação distal insuficiente dentro da artéria ilíaca comum e com morfologia adequada para reparo endovascular, incluindo: 

Acesso ilíaco / femoral adequado compatível com sistema de introdução de 20Fr;
Segmento de fixação da artéria ilíaca externa não aneurismática distal ao aneurisma; com comprimento mínimo de 20 mm, e diâmetro (medido de parede exterior a parede exterior) não superior a 11 mm e não inferior a 8 mm;
Segmento da artéria ilíaca interna não aneurismática distal ao aneurisma; com comprimento de pelo menos 10 mm (sendo preferível entre 20 a 30 mm), e diâmetro aceitável para a selamento adequado. O diâmetro da artéria ilíaca comum adjacente à ramificação deve ser de, pelo menos, 16 mm. Isto permite que a ramificação e o dispositivo abram na totalidade

O planejamento adequado, conhecimento das técnicas e dispositivos disponíveis, determinam o sucesso cada vez mais crescente das correções endovasculares desses tipos de aneurismas. Aumentando as possibilidades do cirurgião vascular na busca por um tratamento que seja cada vez mais seguro e eficaz e, ao mesmo tempo, pouco invasivo, em benefício dos pacientes. A seguir demonstramos a sequência com um passo a passo detalhado, que promove ainda mais precisão e segurança na liberação da Endoprótese Ramificada de Ilíaca Zenith® Branch.




REFERÊNCIAS:

Marcelo Martins da Volta Ferreira; Luis Fernando Capotorto; Giafar Abuhadba Rondon; Marcelo Wiliams Monteiro; Cyntia de Moraes Rego Soares; Luiz Lanziotti Azevedo. Endoprótese ramificada de artéria ilíaca interna no tratamento de aneurisma aórtico associado a aneurisma bilateral das artérias ilíacas. J Vasc Bras 2006, Vol. 5, Nº3. https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1677-54492006000300011&script=sci_arttext

Joviliano, Edwaldo Edner et al. Tratamento endovascular de aneurisma isolado bilateral de artéria ilíaca interna. J. vasc. bras., 2019, vol.18. ISSN 1677-5449 https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-54492019000100501&lng=en&nrm=iso