Segurança e tecnologia para punções em ecoendoscopia

14/05/2020

Segurança e tecnologia para punções em ecoendoscopia

Segurança e tecnologia para punções em ecoendoscopia
O avanço da ecoendoscopia (EE) nas últimas décadas é visível no mercado da endoscopia. Novas tecnologias são lançadas anualmente e isso deve-se ao fato de que o exame proporciona uma otimização de resultados e direcionamento mais assertivos para importantes patologias gastrointestinais e órgãos anexos.

A EE possibilita a identificação e visualização ultrassonográfica das camadas do órgão e estruturas anexas de forma bem definida, permitindo uma investigação clínica e indicação terapêutica específica.

A possibilidade de visualizar e tratar áreas adjacentes ao trato gastrointestinal em conjunto com a inovação do mercado em aparelhos, outras técnicas surgiram, tornando-se possível as punções ecoguiadas com agulhas finas resultando em maior precisão e acessibilidade.¹

Embora possua suas limitações, ainda sim é um método não cirúrgico de maior acurácia quando avaliado grau de invasão de tumores, sendo superior inclusive a TC convencional e TC helicoidal, sendo 42 e 76% respectivamente. ²

Observa-se em estudos a possibilidade de identificar, via endoscópica, características de lesões em camadas superficiais, abaulamentos e espessamentos, porém com mais clareza de sua origem quando submetidos a exame de EE diagnóstico e punção, se necessário. Além disso, de fato, é um procedimento com baixas taxas de complicações nos pós-procedimentos, sendo considerada então, uma técnica segura. ¹

A E.Tamussino, como distribuidor principal cadastrado, representa a marca Cook Medical no Brasil com a comercialização de materiais para a linha de endoscopia atendendo desde os pequenos hospitais até os de grande porte, viabilizando diagnósticos e terapias com produtos seguros e de qualidade.

A Cook Medical investe ativamente na tecnologia de seus dispositivos de ecoendoscopia para proporcionar aos médicos mais segurança, acessibilidade e assertividade em diagnósticos permitindo o direcionamento terapêutico o mais breve possível.

O produto foco para ecoendoscopia é a Agulha EchoTip ProCore®20, desenvolvida a partir da tecnologia da agulha EBUS, que proporciona ao médico, enfermeiro e patologista a praticidade, o conforto e a possibilidade diagnóstica com amostra histológica em quantidade suficiente para confirmação e descarte de possíveis diagnósticos e estadiamentos tumorais.

A EchoTip ProCore®20 possui tecnologia de bisel lateralizado invertido, proporcionando coleta de mais material histológico com menos punções, diminuindo o risco de complicações pós-procedimentos e, embora seja 20 gauge, mais calibrosa que outras opções mais comumente utilizadas para determinadas anatomias e punções desafiadoras, seu cateter possui um design  de alta flexibilidade permitindo acesso à posições e anatomias mais desafiadoras.







Referências: 

1. Pereira E., Rebelo A., Sousa H., Caldeira A., Leite S. – Ecoendoscopia digestiva na prática clínica Parte I – Aspectos técnicos e utilidade na avaliação da parede gastrointestinal. Jornal português de Gastroenterologia, 2011; Vol. 18: 22-33.

2. Boter J, Lightdale C, Zauber A, et al. Preoperative TNM classification of gastric cancer invasion by endoscopic ultrasonography: comparison of endoscopic ultrasound and dynamic CT. Radiology - 1991;181:426-432.

2. Folder ECHOTip Ultra e ECHOTip ProCore – Site: https://www.cookmedical.com/products/esc_echoc_webds/